segunda-feira, 14 de março de 2016

São Paulo ganha linha Circular de Turismo

Circular Turismo SP
Foto: Sidnei Santos
Uma parceria entre SPTuris, SPTrans e CET resultou na implantação de um serviço em caráter experimental, que é a Linha Circular Turismo SP, em funcionamento desde 12 de março de 2016.

A infraestrutura para a operação desta linha, como a definição do itinerário, a localização e a implantação da sinalização dos pontos de parada, contou com o apoio técnico da Companhia de Engenharia de Tráfego – CET.

É uma linha que faz parte do sistema de transporte público, porém com características diferenciadas voltadas ao turista que quer conhecer São Paulo com conforto e segurança.

O Itinerário contempla vários pontos turísticos com a possibilidade de realização de embarque ou desembarque em 11 pontos de parada existentes.

Veja o Mapa com a rota e os pontos de parada:

Mapa com a rota e os pontos de parada da Circular Turismo SP

O serviço conta com um sistema de áudio que ao longo do circuito apresenta informações sobre história, arquitetura e cultura da capital paulista, em três idiomas (português/ inglês/espanhol).

A duração do circuito completo e o intervalo entre os ônibus estão condicionadas às condições do trânsito no percurso. São três saídas diárias do Ponto inicial na Praça da Luz, próximo à Estação de trem: às 9h, 12h40 e 16h. Aos domingos os horários ficam alterados: primeira saída às 10h, depois 13h40 e 17h e a Av. Paulista é suprimida do itinerário original, tendo em vista que fica aberta apenas para pedestres e ciclistas.

A venda do bilhete e o embarque no veículo estão sujeitos à disponibilidade de assentos. A validade é por 24 horas a partir da primeira utilização, com embarques e desembarques ilimitados durante esse período.

O preço do bilhete por pessoa é de R$ 40,00, com a venda somente dentro do ônibus.

Bilhete do Circular Turismo SP

A apresentação do bilhete do Circular Turismo SP dá direito ao ingresso gratuito nos seguintes museus: Catavento Cultural, Estação Pinacoteca, Museu de Arte Moderna-MAM, Museu Afro Brasil, Museu de Arte Sacra, Museu do Futebol e Pinacoteca do Estado.



Pontos de parada

Luz - Saídas: 9h, 12h40 e 16h
Em frente à Estação da Luz
Mercado Municipal Avenida Mercúrio • Próximo ao nº 592
República Praça da República • Em frente à CIT República
Pacaembu Praça Charles Miller
Paulista - MASP Avenida Paulista • Próximo ao nº 1941
Paulista - Casa das Rosas Avenida Paulista • Próximo ao nº 37
Ibirapuera Avenida Pedro Álvares Cabral • Próximo ao portão 10
Centro Cultural SP Rua Vergueiro • Próximo ao nº 1117
Liberdade Praça da Liberdade • Próximo ao nº 107
Pateo do Collegio Pateo do Collegio • Próximo ao Viaduto Boa Vista
Theatro Municipal Rua Conselheiro Crispiniano • Próximo ao nº 209

Importante:
  • Serviço em caráter experimental.
  • A duração do circuito completo e intervalo entre veículos estão condicionados ao trânsito no percurso.
  • O circuito poderá ser alterado sem aviso prévio.
  • Caso o serviço seja interrompido por motivos de força maior, não haverá reembolso do bilhete.
  • Os horários informados são estimados. É possível verificar a localização exata do ônibus, acessando o QR code que consta nos folhetos e nos pontos de parada.
  • O embarque no veículo está sujeito à disponibilidade de assentos.
  • Não é permitido permanecer em pé no piso superior enquanto o veículo estiver em movimento.
  • A parada 1 Luz, poderá ter duração maior, entre 10 e 40 minutos.
  • As paradas para embarque e desembarque serão realizadas apenas nos pontos determinados para o Circular Turismo SP.
  • Alguns estabelecimentos não abrem às segundas feiras. Verifique previamente.
  • Aos domingos as partidas começarão com 1 hora de atraso (10h, 13h40 e 17h) e o ônibus não passará na Av. Paulista.
  • Eventualmente, o ônibus de dois pisos poderá ser substituído ou complementado por um ônibus de um único piso.
  • Guarde seu bilhete até o término da validade.
  • O bilhete não é válido para o sistema de transporte público.
  • Preço do bilhete por pessoa: R$ 40,00, com a venda somente dentro do ônibus (pagamento em dinheiro, cartões de crédito ou débito).
  • Informações detalhadas podem ser obtidas no site da SPTuris

Ciclovias entregues nas Avenidas Santos Dumont, Mergenthaler, Abel Ferreira e Ruas Serra da Bocaina e Tobias Barreto

Na segunda-feira (14/03), foram entregues as ciclovias localizadas na Avenida Santos Dumont (Zona Norte), Avenida Mergenthaler (Zona Oeste), na Avenida Abel Ferreira e nas Ruas Serra da Bocaina e Tobias Barreto (Zona Leste). Com estas ativações, a malha cicloviária na cidade alcança 385,4 km.

Do total de ciclovias existentes na cidade, desde 2013 foram inauguradas 288,8 km. Antes, São Paulo só possuía 64,7 km, além de 31,9 km de ciclorrotas.

Avenida Santos Dumont (1,2 km de extensão)

Trecho bidirecional sobre o canteiro central e o canteiro lateral direito, no Sentido Bairro-Centro, que se conecta com a ciclovia existente na Avenida Braz Leme.
Entre a Praça Armênia e a Ponte das Bandeiras, o trecho é bidirecional, com 500 metros de extensão.

Ciclovia da Avenida Santos Dumont

Avenida Mergenthaler (700 metros de extensão)


Trecho bidirecional ao lado do passeio entre a Avenida Doutor Gastão Vidigal e a Rua Carlos Weber. Ela se interliga com a ciclovia da Avenida Doutor Gastão Vidigal e, no futuro, interligará a ciclovia da Rua Barão da Passagem.

Ciclovia da Avenida Mergenthaler

Avenida Vereador Abel Ferreira (1 km de extensão)

Trecho monodirecional sobre o canteiro central entre a Rua Angá e a Avenida Renata. Este novo trecho interliga a ciclovia existente na Avenida Vereador Abel Ferreira entre a Avenida Salim Farah Maluf e a Avenida Montemagno.
Para esta implantação, houve alteração de circulação no retorno da Avenida Vereador Abel Ferreira junto à Rua Dom Estevão Pimentel, que passou a ter sentido único de circulação para o sentido Centro-Bairro da Avenida Vereador Abel Ferreira. O retorno para o sentido Bairro-Centro deverá ser realizado próximo à Avenida Renata.

Ciclovia da Avenida Vereador Abel Ferreira









Ruas Serra da Bocaina e Tobias Barreto (1 km de extensão nos dos trechos)

Na Rua Serra da Bocaina entre a Rua Siqueira Bueno e a Av. Álvaro Ramos, o trecho é bidirecional, pelo lado esquerdo da via.
Na Rua Tobias Barreto entre a Avenida Álvaro Ramos e a Rua David Zeiger, o trecho é bidirecional, pelo lado direito da via.

Ciclovia das Ruas Serra da Bocaina e Tobias Barreto

Alterações no Sistema Viário

Não haverá alterações nos demais modais de transporte ou no sistema viário local.

Recomendações ao Público
  • Respeite a sinalização;
  • Por se tratar de uma ciclovia a ser utilizada pelo público em geral (adultos, crianças e idosos), não se destina à prática de atividades desportivas de ciclismo, devendo ser percorrida em velocidade compatível;
  • Se necessitar pedir informações, proceda de forma a não atrapalhar a fluidez do trânsito;
  • É proibida a utilização da ciclovia por pedestres.





Operação Dá Licença para o Ônibus – Implantado em 14/03 novo trecho de faixa exclusiva na Rua Cardeal Arcoverde.

Implantado na segunda-feira (14/03), novo trecho de faixa exclusiva para ônibus na Rua Cardeal Arcoverde com 100 metros de extensão, entre a Avenida Dr. Arnaldo e a Rua Arruda Alvim Carlos. A faixa funcionará de segunda a sexta-feira, das 6h00 às 20h00, no sentido bairro.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Faixa exclusiva para ônibus na Rua Cardeal Arcoverde

Com estes 100 metros, a malha viabilizada a partir de 2013 chegará a 502,6 km de faixas exclusivas para ônibus na capital paulista.

Fiscalização

A ativação da nova faixa exclusiva terá um período de adaptação de duas semanas, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. A partir de 21/03, começam as autuações a quem desrespeitar a nova faixa exclusiva. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar na faixa exclusiva de ônibus é uma infração gravíssima, com perda de 7 pontos na habilitação e multa de R$ 191,54.

Independente disso, a orientação é para que todos os motoristas respeitem a faixa exclusiva desde o início da implantação da mesma.

A Engenharia de Campo da CET irá acompanhar o desempenho da nova faixa exclusiva, visando melhorar as condições de trânsito e preservar a segurança viária de todos os usuários.