quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Ativadas ciclovias nas Avenidas Antártica, Pacaembu e Rua da Consolação

Foram implantadas, na terça-feira (19), as ciclovias localizadas na Avenida Antártica (Zona Oeste), Avenida Pacaembu (Zona Oeste) e Rua da Consolação (Região Central). Com estas ativações, a malha cicloviária na cidade alcança 379,3 km.

Do total de ciclovias existentes na cidade, foram inaugurados 282,7 km, desde junho de 2014. Antes, São Paulo possuía 64,7 km e 31,9 km de ciclorrotas. A meta é viabilizar uma malha de 400 km até o fim de 2016.

Avenida Antártica (1,4 km de extensão)

Trecho bidirecional sobre canteiro central na Avenida Antártica, entre a Praça Marrey Jr. e início do Viaduto Antártica.

No final da Avenida Antártica, junto a Praça Luiz Carlos Mesquita, a ciclovia é bidirecional ao lado do canteiro central.
Ciclovia da Avenida Antártica


Avenida Pacaembu (1,3 km de extensão)

Trecho monodirecional sobre canteiro central na Avenida Pacaembu entre a Praça Charles Miller e a Rua Doutor Cândido Espinheira. Na Praça Charles Miller, o trecho é compartilhado sobre o passeio.

A ciclovia faz parte do eixo cicloviário que se conecta com trecho da Rua Doutor Cândido Espinheira. Também permite o acesso a entrada principal (estacionamento) do Estádio do Pacaembu e ao Museu do Futebol. O estádio possui paraciclos.
Ciclovia na Avenida Pacaembu


Avenida Consolação (2,5 km de extensão)

Na Rua da Consolação, entre Avenida Paulista e a Rua Caio Prado, o trecho é monodirecional ao lado do bordo direito, nas duas faixas viárias.

Na Rua da Consolação, entre a Rua Caio Prado e a Avenida São Luís, o trecho é bidirecional sobre o canteiro central.

Na Rua da Consolação, entre a Avenida São Luís e a Rua Doutor Bráulio Gomes, o trecho é bidirecional na pista lateral.

A ciclovia implantada na Rua da Consolação se interliga com equipamento da Avenida Paulista, trechos da Rua Rego Freitas/Amaral Gurgel e Rua Doutor Bráulio Gomes. Também permite o acesso à Praça Roosevelt, que possui bicicletário.
Ciclovia na Rua da Consolação


Alterações no Sistema Viário

Não haverá alterações nos demais modais de transporte ou no sistema viário local.

Recomendações ao Público

  • Respeite a sinalização;
  • Por se tratar de uma ciclovia a ser utilizada pelo público em geral (adultos, crianças e idosos), não se destina à prática de atividades desportivas de ciclismo, devendo ser percorrida em velocidade compatível;
  • Se necessitar pedir informações, proceda de forma a não atrapalhar a fluidez do trânsito;
  • É proibida a utilização da ciclovia por pedestres.


quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

SMT lança campanha de segurança no trânsito da cidade

Com o tema “A Pressa é Inimiga da Direção - Respeite os Limites de Velocidade”, a Secretaria Municipal de Transportes em colaboração com a Iniciativa Bloomberg para Segurança Global no Trânsito (Bloomberg Initiative for Global Road Safety - BIGRS), lança campanha que visa reforçar o Programa de Redução de Acidentes de Trânsito nas vias da capital.

A campanha, que começou na terça-feira (19/01) será veiculada em 1000 relógios espalhados pela cidade durante quatro semanas.

A Campanha está sendo custeada pela Iniciativa Bloomberg, sem custo para a SMT e com fundamento em conhecimento obtido em outras experiências apoiadas pela entidade.

A iniciativa faz parte de colaboração entre a entidade e o Município de São Paulo desde abril de 2015.  A atuação da Iniciativa Bloomberg (BIRGS) consiste basicamente no fornecimento de auxílio ao Município em forma de consultoria e capacitação contínuas das ações e políticas adotadas com vistas à redução de mortes no trânsito e promoção de segurança viária. Além de divulgação das medidas tomadas pelo Município, captação e processamento de dados para avaliar a efetividade das mesmas. Para tanto, busca-se atacar quatro fatores de risco: excesso de velocidade, uso de cinto de segurança, uso de capacete e beber e dirigir.

A redução de velocidade máxima nas vias da capital está inserida no Programa de Proteção à Vida (PPV), iniciado em 2013. A medida tem como objetivo a redução de acidentes e atropelamentos na cidade, ampliando uma série de ações para segurança de todos os agentes do trânsito, especialmente os pedestres. Inclui várias frentes como o "CET no Seu Bairro", a implantação de "Áreas 40", da "Frente Segura" (bolsões de parada junto aos semáforos para motociclistas e bicicletas), das faixas de pedestres diagonais em cruzamentos de grande movimento e da redução de velocidade máxima para o padrão de 50 km/h nas vias arteriais. Com isso, pretende-se melhorar a segurança dos usuários do sistema viário, buscando a convivência pacífica.

Estudo realizado pela Secretaria Municipal de Transportes mostra que a quantidade de mortes causadas por acidentes de trânsito nas ruas de São Paulo caiu 30,7 % em outubro de 2015, em comparação com o mesmo mês de 2014. O levantamento registra uma redução de 101 para 70 vítimas fatais, comparando os dois meses, o que mostra que 31 vidas foram poupadas somente em outubro de 2015. O resultado consolida a eficiência de medidas de segurança no trânsito, como redução do limite de velocidade.

Mais informações no link:
Acidentes com vítimas caem 36% nas marginais Tietê e Pinheiros após redução da velocidade máxima

Sobre a Iniciativa Bloomberg e a Bloomberg Philanthropies

A cidade de São Paulo está entre as dez cidades no mundo selecionadas pela Bloomberg Philanthropies a receber investimento e assessoria técnica nos próximos cinco anos para pôr em prática um Programa de Segurança Viária, com foco na redução de vítimas do trânsito e ênfase no controle de velocidade e demais fatores de risco.  Neste período, serão investidos US$ 12,5 milhões no programa. Em Nova York, houve redução drástica com número de acidentes com mortes durante a gestão do prefeito Michael Bloomberg (2002-2013) e essa entra outras experiências bem sucedidas servirão de apoio e aprendizado para as medidas sugeridas pela Iniciativa.
Vejam os locais de instalação dos cartazes em relógios

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Operação Dá Licença para o Ônibus – Implantada faixa exclusiva na Avenida Fuad Lutfalla em 18/01

Implantada 0,3 km de faixa exclusiva à esquerda para ônibus na Avenida Fuad Lutfalla, no trecho entre as ruas Tumiaru e Rio Verde, no sentido Centro, em 18/01.

A nova faixa exclusiva para o transporte público funcionará em horário integral.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Com esta implantação, a malha de faixas exclusivas chega aos 485 km. Do total de faixas exclusivas existentes na cidade, 395 km foram implantadas a partir de 2013.

Faixa exclusiva implantada na Avenida Fuad Lutfalla em 18/01

População beneficiada

Pelas vias, no trecho desta implantação, circulam 03 linhas de ônibus, com frequência média de 30 ônibus/hora, transportando 33 mil passageiros em média por dia útil.

Fiscalização

A ativação da nova faixa exclusiva terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. A partir de 1º/02 a fiscalização será intensificada na via.

Independente disso, a orientação é para que todos os motoristas respeitem a faixa exclusiva desde o início da implantação da mesma.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar na faixa exclusiva de ônibus é uma infração gravíssima, com perda de 7 pontos na habilitação e multa de R$ 191,54.

A Engenharia de Campo da CET e da SPTrans vão acompanhar o desempenho da nova faixa exclusiva, visando melhorar as condições de trânsito e preservar a segurança viária de todos os usuários.

Operação Dá Licença para o Ônibus – Implantada faixa exclusiva na Rua Conde de Porto Alegre em 18/01

Implantada 0,2 km de faixa exclusiva à direita para ônibus na Rua Conde de Porto Alegre, entre a Rua Domingos Lopes e Avenida dos Bandeirantes, no sentido Centro, em 18/01.

A nova faixa exclusiva para o transporte público funcionará de segunda a sexta-feira das 6 às 22 horas, e aos sábados das 6 às 14 horas.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Com esta implantação a malha de faixas exclusivas chega aos 485 km. Do total de faixas exclusivas existentes na cidade, 395 km foram implantadas a partir de 2013.

Faixa exclusiva na Rua Conde de Porto Alegre implantada em 18/01

População beneficiada

Pelas vias, no trecho desta implantação, circulam 04 linhas de ônibus, com frequência média de 28 ônibus/hora, transportando 35 mil passageiros em média por dia útil.

Fiscalização

A ativação da nova faixa exclusiva terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. A partir de 1º/02 a fiscalização será intensificada na via.

Independente disso, a orientação é para que todos os motoristas respeitem a faixa exclusiva desde o início da implantação da mesma.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar na faixa exclusiva de ônibus é uma infração gravíssima, com perda de 7 pontos na habilitação e multa de R$ 191,54.

A Engenharia de Campo da CET e da SPTrans vão acompanhar o desempenho da nova faixa exclusiva, visando melhorar as condições de trânsito e preservar a segurança viária de todos os usuários.

Operação Dá Licença para o Ônibus – Implantada faixa exclusiva na Rua Lino Coutinho em 18/01


Implantada 2 km de faixa exclusiva à direita para ônibus na Rua Lino Coutinho, entre as ruas Greenfeld e dos Patriotas, no sentido Centro, em 18/01.

A nova faixa exclusiva para o transporte público funcionará de segunda a sexta-feira das 6 às 9 horas.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Com esta implantação, a malha de faixas exclusivas chega aos 485 km. Do total de faixas exclusivas existentes na cidade, 395 km foram implantadas a partir de 2013.

População beneficiada

Pelas vias, no trecho desta implantação, circulam 08 linhas de ônibus, com frequência média de 46 ônibus/hora, transportando 82 mil passageiros em média por dia útil.

Fiscalização

A ativação da nova faixa exclusiva terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. A partir de 1º/02 a fiscalização será intensificada na via.

Independente disso, a orientação é para que todos os motoristas respeitem a faixa exclusiva desde o início da implantação da mesma.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar na faixa exclusiva de ônibus é uma infração gravíssima, com perda de 7 pontos na habilitação e multa de R$ 191,54.

A Engenharia de Campo da CET e da SPTrans vão acompanhar o desempenho da nova faixa exclusiva, visando melhorar as condições de trânsito e preservar a segurança viária de todos os usuários.