sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Operação Dá Licença para o Ônibus - Av. Pompéia terá faixa exclusiva a partir desta segunda-feira, 14/12

A partir desta segunda-feira (14/12), será implantado 700 metros de faixa exclusiva à direita para ônibus na Avenida Pompéia, no trecho entre a Rua Venâncio Aires e a Rua Tavares Bastos, no sentido Vila Madalena.

A nova faixa exclusiva para o transporte público funcionará de segunda à sexta-feira das 6h00 às 10h00 e das 17h00 às 20h00.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.


Croqui Faixa Exclusiva para ônibus na Avenida Pompeia


População beneficiada

Pelas vias, no trecho desta implantação, circulam seis linhas de ônibus, com frequência média de 32 ônibus/hora, transportando 44 mil passageiros em média por dia útil.

Alterações no sistema viário

Não estão previstas alterações de circulação em função da implantação da faixa exclusiva.

Fiscalização

A ativação da nova faixa exclusiva terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. Em duas semanas, a partir de 28/12, a fiscalização será intensificada na via.

Independente disso, a orientação é para que todos os motoristas respeitem a faixa exclusiva desde o início da implantação da mesma.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar na faixa exclusiva à direita de ônibus é uma infração leve, com perda de três pontos na carteira e multa de R$ 53,20.

A Engenharia de Campo da CET irá acompanhar o desempenho da nova faixa exclusiva, visando melhorar as condições de trânsito e preservar a segurança viária de todos os usuários.

Fale com a CET - Ligue 1188. Atende 24 horas por dia para informações de trânsito, ocorrências, reclamações, remoções e sugestões.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Trajetos nas zonas leste e oeste terão limite reduzido para 50 km/h a partir da próxima sexta-feira (11/12)

Logotipo Programa de Proteção à Vida - PPV
Será implantada a partir da próxima sexta-feira (11/12) a redução de velocidade máxima para 50 km/h em 24 vias da capital. As alterações acontecerão na Avenida Inajar de Souza, Avenida Comendador Martinelli, Ponte Freguesia do Ó, Ponte do Piqueri, Avenida Ermano Marchetti, Avenida Marquês de São Vicente, Rua Sérgio Tomás, Rua Norma Pieruccini Giannotti, Ponte Jornalista Walter Abraão (Casa Verde), Avenida Rudge, Viaduto Orlando Murgel, Avenida Rio Branco, Avenida Ordem e Progresso, Ponte Adhemar Ferreira da Silva (Limão), Ponte Júlio de Mesquita Neto, Avenida Nicolas Boer, Viaduto Pompeia, Avenida Alexandre Colares, Rua Manoel Monteiro de Araújo, Avenida Domingos de Souza Marques, Avenida Almirante Delamare, Via Anchieta, Rua Funchal e Avenida Chedid Jafet.

A medida está inserida no plano de redução de acidentes viários do Programa de Proteção à Vida (PPV). Serão instalados faixas e painéis informativos para orientar os motoristas sobre as mudanças e utilizadas 312 placas de sinalização.

O Programa de Proteção à Vida foi iniciado em 2013 e busca a redução de acidentes e atropelamentos na cidade ampliando uma série de ações para segurança de todos os agentes do trânsito, especialmente os pedestres. A iniciativa inclui várias frentes, como a implantação de Áreas 40, da Frente Segura (bolsões de parada junto aos semáforos para motociclistas e bicicletas), das faixas de pedestres diagonais em cruzamentos de grande movimento e da redução de velocidade máxima para o padrão de 50 km/h nas vias arteriais. Também foram revitalizados os semáforos de 4.537 cruzamentos na cidade. Com isso, pretende-se melhorar a segurança dos usuários do sistema viário, buscando a convivência pacífica entre todos.

Alterações no Sistema Viário

Avenida Inajar de Souza
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Comendador Martinelli e a Avenida Arquiteto Roberto Aflalo (trecho com 7,9 km de extensão).
Obs.: Permanece a velocidade regulamentada de 30 km e 40 km/h no sentido Bairro, nas aproximações das avenidas General Penha Brasil e Arquiteto Roberto Aflalo; e em ambos os sentidos, no trecho próximo à Rua Gervásio Leite Rebelo, em decorrência da existência de redutores de velocidade e características físicas.

Avenida Comendador Martinelli / Ponte Freguesia do Ó
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Praça Doutor Pedro Corazza e a Avenida Inajar de Souza (trecho com 1,1 km de extensão).

Ponte do Piqueri / Avenida Ermano Marchetti
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h em toda a extensão - Ponte do Piqueri até a Praça Doutor Pedro Corazza (trecho com 2,0 km de extensão).

Avenida Marquês de São Vicente
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Ermano Marchetti e a Rua Norma Pieruccini Gianotti (trecho com 3,7 km de extensão).

Rua Sérgio Tomás
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Rua Norma Pieruccini Gianotti e a Avenida Presidente Castelo Branco (trecho com 0,7 km de extensão).

Rua Norma Pieruccini Giannotti
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Marquês de São Vicente e a Avenida Rudge (trecho com 0,5 km de extensão).

Ponte Jornalista Walter Abraão (Casa Verde) / Avenida Rudge
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Ponte Jornalista Walter Abraão (Casa Verde) e o Viaduto Orlando Murgel (trecho com 0,9 km de extensão).
Obs.: No acesso da Ponte da Casa Verde para a Avenida Rudge será regulamentada a velocidade de 40 km/h, devido às características físicas da via.

Viaduto Orlando Murgel
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Rudge e a Avenida Rio Branco (trecho com 0,4 km de extensão).

Avenida Rio Branco
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre o Viaduto Orlando Murgel e a Avenida Duque de Caxias (trecho com 0,9 km de extensão).

Avenida Ordem e Progresso / Ponte Adhemar Ferreira da Silva (Limão)
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Marquês de São Vicente e a Praça Delegado Amoroso Neto (trecho com 1,0 km de extensão).

Ponte Júlio de Mesquita Neto / Avenida Nicolas Boer / Viaduto Pompeia
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Rua Domingos Marchetti e a Avenida Pompeia (trecho com 1,9 km de extensão).

Avenida Alexandre Colares
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Marginal Direita do Tietê e a Avenida Manoel Domingos Pinto (trecho com 1,3 km de extensão).
Obs.: Será mantida a regulamentação de velocidade máxima permitida de 40 km/h nos trechos de curva acentuada e de 30 km/h nos trechos com lombadas.

Rua Manoel Monteiro de Araújo
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Cândido Portinari e a Avenida Domingos de Souza Marques (trecho com 0,8 km de extensão).
Obs.: Será mantida a regulamentação de velocidade máxima permitida de 40 km/h nos trechos de curva acentuada e de 30 km/h nos trechos com lombadas.

Avenida Domingos de Souza Marques

Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Rua Manoel Monteiro de Araújo e a Avenida Marginal Direita do Tietê (trecho com 0,8 km de extensão).
Obs.: Será mantida a regulamentação de velocidade máxima permitida de 40 km/h nos trechos de curva acentuada e de 30 km/h nos trechos com lombadas.

Avenida Almirante Delamare

Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a divisa com o município de São Caetano do Sul (Ponte sobre o Ribeirão dos Meninos) até a Rua Visconde de Camamu (trecho com 1,7 km de extensão).

Via Anchieta
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre o Complexo Viário Escola de Engenharia Mackenzie e a Rua Ribeirão Bonito (trecho com 1,5 km de extensão).

Rua Funchal / Avenida Chedid Jafet
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida dos Bandeirantes e a Avenida Horácio Lafer (trecho com 0,7 km de extensão).

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

CET defende Educação Inclusiva em seminário de Mobilidade Urbana


Seminário Mobilidade Urbana – Dia Internacional da Pessoa com Deficiência – Estamos Todos Aqui
A CET aproveitou o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (03/12) para estimular o debate em torno da inclusão social como política pública na cidade de São Paulo.

No “Seminário Mobilidade Urbana – Dia Internacional da Pessoa com Deficiência – Estamos Todos Aqui”, realizado no auditório das Faculdades Integradas Rio Branco, foram apresentadas as práticas realizadas para integrar os cidadãos portadores de deficiência, de forma segura, humanizada e pacífica no sistema viário.

Durante a palestra “Trânsito x Pessoa com Deficiência”, a analista de gestão do Centro de Treinamento e Educação de Trânsito - CETET, Flávia Maria de Paiva Vidal, destacou as ações tomadas pela empresa no sentido de preservar o bem-estar dos cidadãos por meio do Programa de Proteção à Vida (PPV).

“As pessoas com deficiência merecem tratamento especial e nosso conjunto de implantações abrange sua inclusão de forma segura em nossa sociedade”.Para a educadora Lúcia Maria Ludescher, a boa convivência entre as pessoas “deve ser uma prática constante”. Por isso, a Companhia tem o compromisso de desenvolver um trabalho de educação inclusiva, ajudando a construção de cidade. A especialista ministrou a palestra sobre “A Educação de Trânsito e as Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida”.

Vale destacar que desde 2005, o CETET, ligado à Companhia, ministra cursos, palestras e atividades educativas com vistas à reflexão sobre a mobilidade urbana e a pessoa com deficiência e mobilidade reduzida.

Seminário Mobilidade Urbana – Dia Internacional da Pessoa com Deficiência – Estamos Todos AquiNa avaliação da supervisora do Departamento de Educação à Distância da CET, Josefina Giacomini Kiefer, a educação é o caminho transformador para a construção de uma sociedade mais humanizada e inclusiva. “Nosso trabalho é formar cidadãos melhores no trânsito, com valores e princípios voltados à qualidade de vida”. A palestra foi compartilhada com as educadoras Ana Paula Moreira dos Santos e Claudia Myskiw.

Também participaram do seminário pela CET, o diretor-adjunto de Planejamento, Projetos e Educação de Trânsito, Tadeu Leite Duarte, e a coordenadora do Departamento de Relações Públicas, Luciana Rehder.

Contribuíram para o sucesso dos debates a favor deste importante trabalho, o consultor técnico de Relações Institucionais da Associação Brasileira de Assistência a Pessoa com Deficiência Visual (LARAMARA), Antônio Carlos Barqueiro; a diretora do Centro Profissionalizante Rio Branco (CEPRO), Susana Penteado; a professora da Fundação de Artes de São Caetano, Viviane Louro, a secretária municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED), Dra. Marianne Pinotti; e o assessor especial da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marco Antônio Pellegrini.

Vias nas zonas Leste e Oeste terão velocidade máxima reduzida para 50 km/h a partir de quarta-feira 09/12

Logotipo Programa de Proteção à Vida - PPV
A partir da próxima quarta-feira (09/12), será implantada a redução de velocidade máxima de 50 km/h em 6 vias da capital. As alterações acontecerão na Rua Doutor Assis Ribeiro, Avenida Vereador Abel Ferreira, Rua Brigadeiro Gavião Peixoto, Rua Monte Pascal, Viaduto Domingos de Moraes e Avenida General Edgar Facó. Na Avenida Águia de Haia, cuja velocidade máxima já está regulamentada para 50 km/h, a sinalização será revitalizada.

A medida está inserida no plano de redução de acidentes viários do Programa de Proteção à Vida (PPV). Serão instalados faixas e painéis informativos para orientar os motoristas sobre as mudanças e utilizadas 129 placas de sinalização.

O Programa de Proteção à Vida foi iniciado em 2013 e busca a redução de acidentes e atropelamentos na cidade ampliando uma série de ações para segurança de todos os agentes do trânsito, especialmente os pedestres. A iniciativa inclui várias frentes, como o CET no Seu Bairro, a implantação de Áreas 40, da Frente Segura (bolsões de parada junto aos semáforos para motociclistas e bicicletas), das faixas de pedestres diagonais em cruzamentos de grande movimento e da redução de velocidade máxima para o padrão de 50 km/h nas vias arteriais. Também foram revitalizados os semáforos de 4.537 cruzamentos na cidade. Com isso, pretende-se melhorar a segurança dos usuários do sistema viário, buscando a convivência pacífica entre todos.

Alterações no Sistema Viário

Rua Doutor Assis Ribeiro
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Gabriela Mistral e a Rua Císper (trecho com 6,8 km de extensão).
Obs.: No trecho entre a Rua Císper e a Avenida Jacu-Pêssego, a velocidade máxima já está regulamentada em 50 km/h.

Avenida Vereador Abel Ferreira
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Regente Feijó e a Avenida Renata (trecho com 2,9 km de extensão).
Obs.: Nas áreas com intensa travessia de pedestres e escolares, a velocidade máxima de 40 km/h será mantida; junto às lombadas, a velocidade máxima permitida será mantida em 30 km/h.

Rua Brigadeiro Gavião Peixoto / Rua Monte Pascal / Viaduto Domingos de Moraes
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Avenida Mercedes e a Ponte Atílio Fontana – Via Anhanguera (trecho com 0,9 km de extensão).
Obs.: Nos trechos de curva acentuada, será mantida a velocidade máxima de 40 km/h.

Avenida General Edgar Facó
Regulamentação de velocidade máxima de 50 km/h entre a Ponte do Piqueri e a Avenida Fuad Lutfalla (trecho com 2,1 km de extensão).

Na Avenida Águia de Haia, onde a velocidade máxima já foi regulamentada em 50 km/h, será realizada a revitalização da sinalização.

A Engenharia de Campo da CET vai acompanhar o desempenho da nova medida e intensificar o monitoramento do trânsito nessas regiões.