sexta-feira, 29 de maio de 2015

Operação Dá Licença para o Ônibus – Rua Scipião terá faixa exclusiva a partir desta segunda-feira (1º/06)

A partir desta segunda-feira, 1º/06, a CET e a SPTrans implantam 300 metros de faixa exclusiva à direita para ônibus na Rua Scipião, entre as ruas Faustolo e Guaicurus, no sentido Água Branca. A nova faixa exclusiva para o transporte público funcionará de segunda a sexta-feira das 6 às 10 horas e das 17 às 20 horas.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Com esta implantação, a partir de 1º de junho, a malha de faixas exclusivas chegará aos 476,3 km. Nesse trecho de 300 metros da Rua Scipião, circulam 06 de linhas de ônibus, numa frequência de 46 ônibus/hora, que transportam 58 mil pessoas por dia, em média;

A ativação da nova faixa exclusiva terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. A partir de 15/06 a fiscalização será intensificada na via.

Independente disso, a orientação é para que todos os motoristas respeitem a faixa exclusiva desde o início da implantação da mesma. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar na faixa exclusiva à direita de ônibus é uma infração leve, com perda de três pontos na carteira e multa de R$ 53,20.

A Engenharia de Campo da CET e da SPTrans vão acompanhar o desempenho da nova faixa exclusiva, visando melhorar as condições de trânsito e preservar a segurança viária de todos os usuários.


CET implanta mais quatro bolsões de espera para motos na Avenida Engenheiro Caetano Álvares

Para melhorar a segurança de motociclistas, a CET vem implantando uma sinalização horizontal que delimita uma área exclusiva de espera para motos. Esta iniciativa faz parte da chamada Operação Frente Segura, lançada em abril de 2013 para criar uma área de acomodação mais segura para os veículos sobre duas rodas, ao pararem para aguardar a abertura do semáforo. Com estas implantações a cidade passará a contar com 203 bolsões na cidade.

Na próxima segunda-feira (01/06) serão ativados mais quatro novos bolsões em cruzamentos da Avenida Engenheiro Caetano Álvares (croqui anexo), exclusivos para motocicletas:
  • Avenida Engenheiro Caetano Álvares com Rua Conselheiro Moreira de Barros
  • Avenida Engenheiro Caetano Álvares com Rua Júlio Ruiz Moreno
  • Avenida Engenheiro Caetano Álvares com Rua Voluntários da Pátria
  • Avenida Engenheiro Caetano Álvares com Avenida Meireles Reis
Além da sinalização de solo característica (pictogramas de motocicleta pintados no asfalto), a caixa de acomodação – que está situada entre a faixa de pedestres e os automóveis parados no vermelho do semáforo veicular - tem sua sinalização reforçada com placa educativa, evidenciando que ali é um espaço para a espera de motos. Serão implantados 268 m² de sinalização horizontal e 9 placas.


quinta-feira, 28 de maio de 2015

Novo trecho de ciclovia com 1,4 km no Limão, Zona Norte da Cidade

 Novo trecho de ciclovia com 1,4 km de extensão, na Região do Limão, Zona Norte da Cidade foi ativado desde quarta-feira (27). Em breve a ciclovia será ampliada com trecho pela Rua Doutor Freire Cisneiros. A cidade conta agora com 327,1 km de vias destinadas aos ciclistas.

Do total da malha cicloviária existente na cidade, foram ativados 228,4 km, desde junho de 2014. Antes São Paulo possuía 64,7 km de ciclovias e 34 km de rotas. A meta da Prefeitura é viabilizar uma malha de 400 km até o final de 2015.

“Ultrapassamos os duzentos quilômetros de ciclovias na cidade, estamos ampliando as conexões para que os ciclistas tenham mais opções de deslocamentos”, afirma o secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto.

O percurso da ciclovia será bidirecional, ao lado da calçada. O trajeto está sinalizado sobre o leito carroçável.

A ciclovia segue o seguinte trajeto:
  • Rua Maestro Gabriel Migliori, entre a Rua Domingos Marchetti e Avenida Nelson Francisco;
  • Avenida Nelson Francisco, entre as ruas Maestro Gabriel Migliori e José Fiuza Guimarães;
  • Rua José Fiuza Guimarães, entre a Avenida Nelson Francisco e Rua Mateus Mascarenhas;
  • Rua Mateus Mascarenhas, entre as ruas José Fiuza Guimarães e Coronel Mario Azevedo;
  • Rua Coronel Mario Azevedo, entre a Rua Mateus Mascarenhas e Avenida Professor Celestino Bourroul.
Haverá travessia rodocicloviária nos seguintes cruzamentos:
  • Rua Maestro Gabriel Migliori com Rua Francisco Rodrigues Nunes e com Avenida Nelson Francisco;
  • Avenida Nelson Francisco com as ruas José Papa Terra Limongi e Isabel Siqueira de Barros;
  • Rua Jose Fiuza Guimarães com as ruas Jacofer e Eulálio da Costa Carvalho;
  • Rua Mateus Mascarenhas x Rua Coronel Mario de Azevedo;
  • Rua Coronel Mario de Azevedo x Avenida Professor Celestino Bourroul.
Ciclovia Limão

Novo trecho conecta ciclovias da região de Pinheiros

Desde quarta-feira (27), está ativado novo trecho de ciclovia com 100 metros de extensão, na Região de Pinheiros, Zona Oeste da Cidade. A partir deste novo trecho é possível a travessia rodocicloviária entre o canteiro central da Faria Lima e a Rua dos Pinheiros. A cidade passa a contar com 327,1 km de vias destinadas aos ciclistas.

Do total da malha cicloviária existente na cidade, foram ativados 228,4 km, desde junho de 2014. Antes, São Paulo possuía 64,7 km de ciclovias e 34 km de rotas. A meta da Prefeitura é viabilizar uma malha de 400 km até o final de 2015.

“Ultrapassamos os duzentos quilômetros de ciclovias na cidade, estamos ampliando as conexões para que os ciclistas tenham mais opções de deslocamentos”, afirma o secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto.

O percurso da ciclovia será bidirecional, travessia entre a Avenida Brigadeiro Faria Lima e a Rua dos Pinheiros. O trajeto está sinalizado sobre o leito carroçável. Na demarcação estão sendo usados, aproximadamente 150 m² de sinalização horizontal. Haverá semáforo exclusivo para ciclista no cruzamento.
Ciclovia Faria Lima


quarta-feira, 27 de maio de 2015

Região de Cidade Tiradentes ganha ciclovia com 2,0 km de extensão nesta quarta-feira (27)

Novo trecho de ciclovia com 2,0 km de extensão foi ativado hoje, na Avenida dos Metalúrgicos, Região de Cidade Tiradentes, Zona Leste da Cidade. A cidade conta agora com 327,1 km de vias destinadas aos ciclistas.

Do total da malha cicloviária existente na cidade foram ativados 228,4 km desde junho de 2014. Antes, São Paulo possuía 64,7 km de ciclovias e 34 km de rotas. A meta da Prefeitura é viabilizar uma malha de 400 km até o final de 2015.

“Ultrapassamos os duzentos quilômetros de ciclovias na cidade, estamos ampliando as conexões para que os ciclistas tenham mais opções de deslocamentos”, afirma o secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto.

O percurso da ciclovia será bidirecional, ao lado da calçada. O trajeto está sinalizado sobre o leito carroçável. Na demarcação estão sendo usados, aproximadamente 4.400 m² de sinalização horizontal; 147 placas de trânsito indicando “Circulação exclusiva de bicicletas” e de regulamentação, 114 placas de advertência; 604 tachas e tachões, 120 balizadores.

A ciclovia segue o seguinte trajeto:
  • Avenida dos Metalúrgicos, entre as ruas Dona Eloá do Valle Quadros e dos Têxteis - sentido bairro/centro – lado direito da via;
  • Avenida dos Metalúrgicos, entre as ruas Dona Eloá do Valle Quadros e Padre Aldemar Moreira – sentido centro/bairro – lado direito da via.
Ciclovia Cidade Tiradentes


Haverá travessia rodocicloviária nos cruzamentos com as ruas Senador Nelson Carneiro e Igarapé Azul.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Operação Frente Segura - CET implanta mais quatro bolsões de espera para motos na Avenida Professor Francisco Morato

Para melhorar a segurança de motociclistas, a CET vem implantando uma sinalização horizontal que delimita uma área exclusiva de espera para motos. Esta iniciativa faz parte da chamada Operação Frente Segura, lançada em abril de 2013 para criar uma área de acomodação mais segura para os veículos sobre duas rodas, ao pararem para aguardar a abertura do semáforo. Com estas implantações a cidade passará a contar com 191 bolsões na cidade.

Na última segunda-feira (25/05) foram ativados quatro novos bolsões em cruzamentos da Avenida Professor Francisco Morato, exclusivos para motocicletas:
  • Avenida Professor Francisco Morato com Rua dos Três Irmãos
  • Avenida Professor Francisco Morato com Rua José Jannarelli
  • Avenida Professor Francisco Morato com Avenida Jorge João Saad
  • Avenida Professor Francisco Morato com Rua Éden
Além da sinalização de solo característica (pictogramas de motocicleta pintados no asfalto), a caixa de acomodação – que está situada entre a faixa de pedestres e os automóveis parados no vermelho do semáforo veicular - tem sua sinalização reforçada com placa educativa, evidenciando que ali é um espaço para a espera de motos. Foram implantados 130 m² de sinalização horizontal e 6 placas.

Atenção aos vulneráveis

Os pedestres, ciclistas e os motociclistas são os agentes de trânsito mais vulneráveis a acidentes quando o assunto é Segurança Viária. Em 2014, das 1.249 pessoas que perderam a vida vítimas de ocorrências fatais no sistema viário, 555 (44,4%) eram pedestres, 440 (35,2%) conduziam motocicleta e 47 (3,8%) estavam pedalando.

Os locais para implantação da Operação Frente Segura são escolhidos, basicamente, em função do volume considerável de veículos de duas rodas que passam pelas vias e conflito veicular, incluindo-se aí o critério da Segurança Viária.