sexta-feira, 22 de maio de 2015

PlanMob recebe mais de 7 mil opiniões pelo site oficial


O site oficial do Plano Municipal de Mobilidade de São Paulo (PlanMob) já foi visitado por mais de 7 mil pessoas que compartilharam opiniões sobre a mobilidade urbana paulistana.

A SMT quantificou os resultados da participação social de forma digital: entre 26 de fevereiro e 17 de abril deste ano, 7.538 respostas foram recebidas. Trata-se de uma pesquisa online sobre passeio público (calçadas), faixas exclusivas de ônibus, reorganizações dos sistemas viário e de transporte coletivo urbano, ciclovias, etc.

Agora, os números estão sendo analisados e devem ser considerados na elaboração final do Plano que irá ordenar os investimentos em mobilidade na capital paulista, nos próximos 15 anos. Confira o resultado da enquete e mais sobre o PlanMob aqui.

As ciclovias de São Paulo na maior conferência de ciclismo urbano do mundo

Velo-city 2015 é o maior congresso sobre ciclismo urbano e políticas cicláveis do mundo. Neste ano, o evento internacional acontecerá entre os dias 2 e 5 de junho, na cidade europeia de Nantes, na região oeste da França. E, na programação oficial, está previsto um painel, a ser realizado às 13h30 (horário local) do dia 03/06, que contará com a participação de representantes da CET São Paulo, convidados como expositores. O secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, e a responsável pelo Departamento de Planejamento Cicloviário da Companhia, Suzana Leite Nogueira, apresentarão, nesta oportunidade, a palestra CicloviaSP – Promovendo o transporte sustentável na cidade, dentro do painel Eficiência Orçamentária e Investimentos Prioritários (Código WPM09).



Em suma, Tatto e Nogueira irão mostrar como foi idealizado e vem sendo executado o Plano CicloviaSP, o contexto de sua criação e a integração com outros modais de transporte, como as estações de metrô, terminais de ônibus e trem. O desenvolvimento da malha cicloviária paulistana prevê a implementação de 400 km (248 milhas) de ciclovias, até 2016. Com isso, São Paulo, que tinha apenas 63 km (40 milhas), ganhará 463 km (287 milhas) de ciclovias e ciclofaixas, com intermodalidade.

Além disso, conforme prevê o Plano Municipal de Mobilidade de São Paulo (PlanMob), em 2030, a metrópole paulistana deverá alcançar a marca de 1400 km (870 milhas) de vias cicláveis. O sistema cicloviário proposto pela Prefeitura contempla, ainda, o estabelecimento de infraestrutura adequada com medidas de suporte para uso dos ciclistas, entre as quais estão o incentivo a mais pontos para estacionamento/parada de bicicletas bem como a regulamentação de um sistema público de empréstimo (compartilhamento) de bikes.

Conheça a programação completa do Velo-city 2015 no site www.velo-city2015.com 

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Ciclistas e o Código de Trânsito Brasileiro – Direitos e deveres


Ciclistas e o Código de Trânsito BrasileiroCiclistas e o Código de Trânsito Brasileiro – Direitos e deveres é uma coletânea de Claudilea Pinto publicada pelo portal Transporte Ativo, que reúne artigos comentados do CTB sobre bicicleta e ciclistas.

De acordo com o CTB a bicicleta é um veículo de propulsão humana e o ciclista um condutor que deve observar seus direitos e deveres.

Clique aqui e faça o download da publicação ou da versão de bolso para impressão.

Operação Dá Licença para o Ônibus - ativada faixa exclusiva na Rua Pirajussara, a partir de hoje (18)

A partir de hoje (18) a Rua  Pirajussara, entre a Avenida Vital Brasil e Rua Catequese, no sentido da Rodovia Raposo Tavares ganha 100 metros de faixa exclusiva à direita para ônibus.

A nova faixa exclusiva para o transporte público funcionará de segunda a sexta-feira das 6 às 20 horas e sábado das 6 às 14 horas.
A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Com esta implantação a malha de faixas exclusivas chegará aos 476 km. Antes São Paulo possuía 90 km de faixas exclusivas existentes na cidade, a atual gestão inaugurou 386 km.

População beneficiada

Nesse trecho de 100 metros da Rua Pirajussara, circulam 9 de linhas de ônibus, numa frequência de 48 ônibus/hora, que transportam 68 mil pessoas por dia, em média.

Faixa exclusiva Rua Pirajussara


Alterações no sistema viário

Em função da implantação da faixa exclusiva haverá alteração de circulação nos seguintes trechos:
  • Rua Catequese entre Rua Romão Gomes e Pirajussara, terá sua mão de direção invertida, passando para o sentido USP;
  • Rua Pirajussara entre Rua Catequese e Avenida Valdemar Ferreira, passará de mão-dupla para sentido único em direção à Rodovia Raposo Tavares.
Fiscalização

A ativação da nova faixa exclusiva terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. A partir de 1º/06 a fiscalização será intensificada na via.

Independente disso, a orientação é para que todos os motoristas respeitem a faixa exclusiva desde o início da implantação da mesma.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar na faixa exclusiva à direita de ônibus é uma infração leve, com perda de três pontos na carteira e multa de R$ 53,20.