sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Faixas reversíveis serão gradativamente suspensas neste período de Natal e Ano Novo

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) está suspendendo gradativamente a montagem das faixas reversíveis na Cidade, devido à diminuição do fluxo de veículos verificado neste período de Natal e Ano Novo. As faixas reversíveis são ativadas com o objetivo de aumentar a capacidade da malha viária nos horários de pico, o que torna-se desnecessário em decorrência do menor volume de tráfego nesta época.

Abaixo a relação das faixas reversíveis que serão desativadas.


Tabela contendo a relação das faixas reversíveis que serão desativadas

Se necessário, a montagem será retomada imediatamente, pois o material estará disponível nas viaturas das rotas destas vias.

A reativação da faixas ocorrerá gradativamente a partir de janeiro, por trechos e horários, de acordo com o aumento do fluxo de veículos nos horários de pico.

Veja neste link mais informações sobre Faixas Reversíveis

Com faixas exclusivas, ganho do paulistano no ônibus foi de 40,7 minutos/dia em 2014

Velocidade média em faixas exclusivas implantadas em 2014 tem ganho médio de 67,5% para o transporte coletivo

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) acaba de concluir uma amostragem anual a respeito da velocidade média praticada pelos ônibus nas faixas exclusivas, bem como a atualização do estudo que mostra o ganho do paulistano ao optar pela utilização do transporte público na cidade.

O ganho médio é de 40,7 minutos/dia. A pesquisa leva em consideração um universo de 65,7 Km de faixas exclusivas implantadas na capital este ano.

A análise levou em consideração as velocidades médias praticadas nas faixas exclusivas, o tempo de deslocamento dos paulistanos dentro dos ônibus e também o impacto da lentidão nas vias - antes e após a implantação das faixas.

Abaixo a evolução das performances desde 2012.

Tabela da evolução das performances desde 2012
Resultados gerais dos coletivos nas faixas






































Velocidade média dos coletivos em 2014

Para calcular a velocidade média praticada nos coletivos foram considerados 81 trechos de faixas exclusivas inauguradas entre o dia 13 de janeiro e 31 de outubro de 2014, que representam 65,7 Km de vias destinadas ao transporte coletivo. A amostragem revela um crescimento de 67,5% na velocidade média desempenhada pelos ônibus, com aumento de 12,1 Km /h para 20,3 Km/h.

Em cada uma das faixas pesquisadas a medição foi feita uma semana antes da implantação da faixa exclusiva e ao longo da primeira semana de ativação do trecho. No arquivo anexo está a tabela com o consolidado do ano.

O melhor resultado entre todas as faixas inauguradas este ano foi registrado na ativação da Ponte do Jaguaré, com melhora de 317,3% na velocidade média dos coletivos. Antes da implantação, a velocidade média no trecho era de 10,8 Km/h. Após a segregação de pista, a velocidade média subiu para 44,9 Km/h.

A faixa da Ponte do Jaguaré foi inaugurada no dia 31 de março. O primeiro estudo de velocidade realizado na via já apresentava um ganho de mais de 300% que se manteve. Pelo local, no trecho onde a faixa foi implantada, circulam 12 linhas de ônibus municipais no sentido Centro, transportando 50.508 passageiros por dia útil. A frequência média é de 52 ônibus/hora pico. Já no sentido Bairro, passam 12 linhas de ônibus, levando 51.202 passageiros, numa freqüência média de 49 ônibus/hora pico.

A faixa exclusiva mais extensa inaugurada em 2014, a da av. Vila Ema/Rua do Orfanato, com 2,3 Km, registrou um ganho de 75,5 % na velocidade dos coletivos - subiu de 12,2 para 21,4 Km/k. Esta faixa foi inaugurada no dia 4 de novembro e é ativada de segunda a sexta-feira, das 6h00 às 20h00 e, aos sábados, das 6h00 às 14h00.

Pela Avenida Vila Ema, no trecho da implantação, circulam no sentido Centro seis linhas de ônibus municipais, transportando 77.031 passageiros por dia útil, com frequência média de 56 ônibus/hora no pico manhã. Em relação à Rua do Orfanato, passam 13 linhas levando 138.244 passageiros por dia útil, com frequência média de 94 ônibus/hora no pico manhã.

Outro destaque é o primeiro trecho da faixa exclusiva implantada na Belmira Marin, em junho deste ano. A faixa resultou num ganho de 165,7% para o transporte coletivo. A velocidade média subiu de 9,5 Km/h para 25,2 km/h.

Esta faixa é ativada de segunda a sexta-feira, das 6h às 20h e, aos sábados, das 6h às 14 horas.

Lentidão

A CET também compilou dados relativos à média das máximas lentidões registradas em toda a cidade. A análise leva em consideração um universo um pouco maior do que o estudo anterior, com 75,7 Km de faixas exclusivas implantadas em 2014. O gráfico apresentado abaixo indica uma estabilização nas lentidões na comparação de 2013 com 2014. Quando estabelecemos uma comparação com o período de agosto a dezembro registramos medições de queda em todas as simulações 2013 - 2014.

O gráfico apresentado abaixo demonstra que a taxa de crescimento da lentidão na cidade é a menor já registrada nos últimos quatro anos. De 2013 para 2014 a lentidão teve um crescimento de 4 Km (142 Km para 146 Km), crescimento de 2,8 %. De 2012 para 2013 o crescimento foi de 10Km (132 Km - 142 Km), ou seja, 7,8 %. De 2011 para 2012 o crescimento foi de 17 Km ( 115 - 132 Km), o que representa 14,8 %.

A análise desmistifica o entendimento de que a segregação de pistas para beneficiar o transporte coletivo representa um impacto negativo para o trânsito em geral. Os números mostram exatamente o contrário. Ou seja, estamos conseguindo "frear" o crescimento da lentidão na cidade.

Gráfico- Média das máximas lentidões registradas - cidade toda



Monitoramento

A Engenharia de Campo da CET segue acompanhando o desempenho dos projetos, observando a fluidez e a segurança do trânsito, podendo ser feitas adequações sempre que necessário.

Para mais informações sobre a Operação dá Licença para o Ônibus clique aqui.

CET implanta Operação Estrada para o Natal e o Ano Novo

A Operação Estrada para o Natal acontece entre sexta-feira (19/12) e quarta-feira (24/12); e para o Ano Novo, entre quarta-feira (31/12/2014) e segunda-feira (05/01/2015). O objetivo da operação é garantir a segurança, a fluidez do tráfego e a mobilidade dos motoristas e pedestres devido ao intenso aumento do fluxo de veículos, especialmente nos acessos às rodovias. Estima-se que aproximadamente 1,6 milhões de veículos deixem a Capital em direção ao litoral e ao interior do Estado no Natal e 1,45 milhões no Ano Novo.

Operação Estrada
A Operação Estrada, que visa o monitoramento da saída e do retorno à Capital, será realizada nos principais horários previstos para os veículos se dirigirem às estradas, sendo:

Operação saída: sexta-feira (19/12), quartas-feiras (24 e 31/12), nos períodos da manhã e tarde.

Operação retorno: domingo (04/01/2015), nos períodos da manhã e da tarde e segunda-feira (05/01/2015) no período da manhã.

A CET vai monitorar o trânsito especialmente nos acessos e chegadas das rodovias, com o objetivo de garantir a fluidez e a segurança de motoristas e pedestres.

A Engenharia de Campo da CET colocará guinchos em pontos estratégicos nos principais corredores de tráfego da cidade e nas proximidades das rodovias para agilizar eventuais remoções.
Principais Pontos da Operação Estrada
  •  Marginal Tietê;
  • Marginal Pinheiros;
  • Avenida dos Bandeirantes;
  • Avenida Presidente Tancredo Neves;
  • Rua das Juntas Provisórias;
  • Avenida Professor Luís Inácio Anhaia Melo;
  • Avenida Salim Farah Maluf;
  • Avenida Professor Abraão de Morais;
  • Eixo Norte/Sul;
  • Eixo Leste/Oeste;
  • Avenida Professor Francisco Morato;
  • Avenida Raimundo Pereira de Magalhães;
  • Avenida Jacu Pêssego.
Visando ainda controlar e ordenar o fluxo veicular serão deslocados técnicos para os principais cruzamentos da cidade.

Terminais Rodoviários
Os agentes e técnicos da CET também estarão monitorando e operacionalizando o trânsito no entorno dos terminais rodoviários do Tietê, da Barra Funda e do Jabaquara, para garantir maior fluidez do tráfego e acessibilidade aos usuários e passageiros.

Rotas Alternativas
Acesso à Rodovia Raposo Tavares:
Origem: Marginal Pinheiros (sentido Castelo Branco), pista local - Rua Manoel Bandeira, Rua José César de Oliveira, Avenida Queiroz Filho, Ponte Jaguaré, acessar a Marginal Pinheiros (sentido Interlagos), Avenida Escola Politécnica e acesso a Rodovia Raposo Tavares (km 17,0);

Origem: Marginal Pinheiros (sentido Interlagos), pista local - Avenida Escola Politécnica e acesso a Rodovia Raposo Tavares (km 17,0).

Solicitamos aos motoristas com destino às rodovias, que evitem utilizar o sistema viário principal no horário das 14h00 às 22h00 no dia 19 de dezembro, preferencialmente programando sua viagem a partir das 22h00.

Recomendamos aos motoristas que utilizam as rodovias próximas da Capital, em especial aos que conduzem veículos de carga, para que evite acessar o sistema viário da Cidade.

Sugerimos que os motoristas oriundos da região Norte do país e que acessam as rodovias Presidente Dutra, Fernão Dias e Ayrton Senna com destino ao Sul, utilizem as Rodovias Dom Pedro I e Rodoanel Governador Mário Covas. Já aos motoristas oriundos da região Sul que acessam as Rodovias Régis Bittencourt, Raposo Tavares, Castelo Branco e sistema Anhaguera-Bandeirantes, utilize o Rodoanel Governador Mario Covas e Rodovia Dom Pedro I.

Aos motoristas de veículos de passeio oriundos do interior do Estado com destino ao Litoral Paulista através do sistema Anchieta/Imigrantes, recomendamos que evitem utilizar a malha viária da Cidade, especialmente a Marginal do Rio Pinheiros e a Avenida dos Bandeirantes, fazendo uso do Rodoanel Mário Covas.

Restrições

A Operação Horário de Pico (Rodízio Municipal de Veículos) estará suspensa no período entre 24 de dezembro de 2014 e 09 de janeiro de 2015, voltando a vigorar na segunda-feira do (12/01/2015). Já o Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores Pesados (Rodízio de caminhão), a Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF) continuam valendo no período.

Novo trecho de ciclovia na Avenida Luiz Gushiken


A partir de hoje, 19/12, a cidade passa a contar com 205,1 km de vias destinadas aos ciclistas. A CET entrega um novo trecho de ciclovia com 0,4 km de extensão, na região do Jardim São Luiz, Zona Sul da cidade. Este novo trecho, entre as ruas Guilherme Valente e José Barros Magaldi, amplia a ciclovia entregue em setembro que passa a ter 1,1 km.

A Avenida Luiz Gushiken, nova via lateral do Córrego as Ponte Baixa, localizada entre a Rua José Barros Magaldi e a Avenida Guido Caloi, servirá de apoio ao Corredor M'Boi Mirim, tanto ao tráfego geral, quanto ao transporte coletivo, uma vez que passará a operar com corredor de ônibus à esquerda.

O percurso será unidirecional, ao lado da calçada, em toda a extensão. A ciclovia terá no total 1,1 km entre a Rua José Roberto Magaldi e a Avenida Guido Caloi.


Ciclovia na Avenida Luiz Gushiken

Novo trecho de ciclovia na Praça Santa Luiza de Marillac


A partir de hoje, 19/12, a cidade passa a contar com 205,1 km de vias destinadas aos ciclistas. A CET entrega um novo trecho de ciclovia com 0,7 km de extensão, na região de Vila Medeiros, Zona Norte da cidade.

A ciclovia está localizada ao redor da Praça Santa Luiza de Marillac, no Jardim Guançã.

Do total de ciclovias existentes na cidade, a atual gestão inaugurou 142,1 km desde junho de 2014. A meta da Prefeitura é viabilizar uma malha de 400 km até o fim de 2015.

Em função da implantação do novo ramal de ciclovia, a CET alterou para sentido único, a circulação da Praça Santa Luiza de Marillac. O percurso será bidirecional, junto à calçada, em toda a extensão da praça.


Ciclovia na Praça Santa Luiza de Marillac


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Rodízio Municipal de veículos estará suspenso de 24/12/2014 a 09/01/2015


A Operação Horário de Pico (rodízio municipal de veículos) estará suspensa para os veículos de passeio a partir de 24 de dezembro de 2014 e volta a vigorar normalmente na segunda-feira 12/01/2015.

Lembramos que, nesse período, continuam valendo o Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores Pesados (Rodízio do caminhão), a Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC), e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF).

A partir de 12 de janeiro, com a retomada do Rodízio Municipal, os veículos ficam impedidos de circular no Centro Expandido, incluindo as vias que delimitam o chamado Minianel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D´Esccragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Ignácio de Anhaia Mello e Salim Farah Maluf.

EM AMARELO NO CALENDÁRIO ABAIXO, OS DIAS EM QUE O RODÍZIO ESTARÁ SUSPENSO

Calendário com destaque para os dias em que o rodízio estará suspenso

Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação implica infração de trânsito de nível médio, resultando em multa no valor de R$ 85,13 e acréscimo de 4 (quatro) pontos no prontuário do motorista.
Veja neste link o mapa e mais informações sobre o Rodízio.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Operação Dá Licença para o Ônibus – Trecho do Corredor Cidade Jardim é aberto para circulação


Foi ativado na segunda-feira (15) novo trecho do Corredor Exclusivo Cidade Jardim. São 500 metros implantados na Rua Tabapuã. Foi também liberado 300 metros de outro trecho do corredor após obras na Avenida Cidade Jardim, zona oeste da capital.

Este corredor faz ligação com o ramal já implantado do Corredor Nove de Julho.

Os ônibus agora tem prioridade na Avenida Cidade Jardim, no Sentido Centro, entre o túnel Max Feffer e a Avenida Faria Lima, e no Sentido Bairro, entre a Avenida Brigadeiro Faria Lima e 150 metros antes da Rua Franz Schubert. A exclusividade vale por período integral.

Já na Rua Tabapuã, os coletivos trafegam em Sentido Único entre a Rua Brigadeiro Haroldo Veloso e a Avenida Brigadeiro Faria Lima, de segunda a sexta-feira, das 6h00 às 20h00, e aos sábados, das 6h00 às 14 horas.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Com estes 500 metros de trecho implantado na Rua Tabapuã, a cidade de São Paulo conta com 459,3 km de faixas exclusivas para ônibus, dos quais 369,3 km foram implantados na atual gestão. A estimativa é que, antes de 2013, a cidade possuía cerca de 90 km de faixas exclusivas.

Novo trecho do Corredor Exclusivo para Ônibus na Rua Tabapuã


População Beneficiada

Pela Avenida Cidade Jardim circulam 8 linhas de ônibus municipais transportando 123.206 pessoas por dia, em média.Já pela Rua Tabapuã circulam 11 linhas de ônibus municipais, que transportam 101.767 pessoas por dia, em média.

 Alterações no Sistema Viário

Para viabilizar a nova faixa exclusiva de ônibus, não está prevista nenhuma alteração na circulação do tráfego.

Fiscalização

A ativação terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. A partir de 29/12, a fiscalização será intensificada na via.

Independente disso, a orientação é para que todos os motoristas respeitem a faixa exclusiva desde o início da implantação da mesma.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Devolução de cartões Z.A. com preços antigos e reembolso

Orientações para devolução dos cartões Zona Azul inválidos e reembolso de valores.

Talão de Zona Azul
Clique aqui para ver o novo carão Zona Azul
A partir de 01/01/2015 os cartões Zona Azul com valor de R$3,00 não poderão mais ser utilizados.

As folhas adquiridas pelo preço praticado até 31/07/2014 (R$3,00) poderão ser utilizadas normalmente até 31/12/2014.
A partir de 01/01/2015 somente serão aceitas as folhas com o novo valor, que é de R$ 5,00, que vem sendo vendidas nos postos oficias desde agosto de 2014. 

Folha Zona Azul com valor antigo
Cartão Zona Azul antigo (R$ 28,00)
Folha R$ 3,00
Os talões de R$ 28,00 e folhas no valor de R$ 3,00 poderão ser devolvidos e seus valores reembolsados com base no fracionamento do preço do talão de 10 folhas, R$ 28,00. Sendo assim, folhas com o valor de R$3,00 serão resgatadas pelo valor de R$ 2,80.

Local e horários para devolução dos cartões Zona Azul

Quando: partir de 05/01/2015
Local: Posto CET da Rua Senador Feijó, 143 - 1° andar
Horários: de 2ª a 6ª feiras (exceto feriados), das 09h30 às 12h00 e das 13h00 às 16h00.
Até quando: 05/07/2015

Importante

No ato da devolução, os talões e folhas passarão por perícia para conferência de sua autenticidade.

O limite máximo para o reembolso no ato é de até R$ 280,00 (duzentos e oitenta reais) equivalente a 10 talões. Para quantidades acima deste limite somente reembolso por meio de depósito em conta ou cheque.

Atenção: os talões no valor de R$ 18,00 e folhas de R$ 1,80 perderão a validade automaticamente após o dia 31/12/2014 e não poderão mais ser reembolsados ou trocados.

A utilização de talões ou folhas Zona Azul antigos está sujeita à autuação.

Mantenha-se informado aqui, no site CET, através da CET no Twitter (@CETSP_) e através dos veículos de comunicação.