sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Operação Dá Licença para o Ônibus – Rua Alvarenga terá faixa exclusiva a partir desta segunda-feira, 15/09

A partir desta segunda-feira (15/09), a CET e a SPTrans implantam 500 metros de faixa exclusiva à esquerda para ônibus na Rua Alvarenga, na Zona Oeste da cidade, no trecho entre a Av. Afrânio Peixoto e a Av. Vital Brasil. A nova faixa funcionará no sentido único da via, em direção à Rodovia Raposo Tavares, de segunda à sexta-feira, das 6 às 9 horas e das 17 às 20 horas.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Pela Rua Alvarenga, no trecho desta implantação, circulam oito linhas de ônibus municipais, com frequência média de 47 ônibus/hora municipais, transportando 71 mil passageiros em média por dia útil.

A ativação da nova faixa exclusiva terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus, a partir de 29/09 a fiscalização será intensificada na via.


“Pedale com a Guarda”, o novo projeto da GCM


 A Guarda Civil Metropolitana completa 28 anos e quem ganha o presente é a cidade de São Paulo

Todos os domingos, a partir de 14/09, um dia antes do aniversário da GCM, a corporação passa a acompanhar os munícipes em um passeio ciclístico pela malha cicloviária da região central da cidade.

Com ponto de partida na Praça Ramos de Azevedo, em frente ao Theatro Municipal, o destino dos ciclistas será os principais pontos turísticos do centro da capital, com posterior retorno ao ponto de partida. O trajeto terá, aproximadamente, de 40 minutos a uma hora, dependendo do ritmo dos grupos.

Serão duas saídas, a primeira às 9 horas e a segunda às 11 horas. Além de ser uma nova opção de lazer, o Projeto se insere no contexto das atribuições da Guarda Civil Metropolitana: orientar a população sobre o correto uso das ciclovias, assim como incentivar a mobilidade segura e melhorar a convivência com o patrimônio histórico da cidade.

Para participar é preciso ter mais de 10 anos e possuir bicicleta. Crianças com idade inferior a 10 anos devem estar acompanhadas dos pais no mesmo equipamento (cadeirinha). Também aconselhamos trazer água e protetor solar, além do uso do capacete. Os grupos serão acompanhados por quatro professores em cada saída, em um total de oito profissionais.

Vale ressaltar que os mesmos professores também participam do “Projeto Corra com a Guarda” que já recebeu mais de 7.500 pessoas no Parque Ibirapuera.

Para participar do “Pedale com a Guarda” não é necessária inscrição prévia. Basta chegar e sair pedalando.



*Alguns logradouros podem sofrer pequenas alterações ao longo do trajeto.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Programa de Segurança Viária

A instalação dos dispositivos redutores de velocidade, do tipo lombada física, tem como objetivo melhorar as condições de circulação na via e reduzir acidentes.
A CET implantou nesta segunda-feira (08/09), redutores de velocidade, do tipo lombada física, na Avenida dos Ourives, Zona Sul da Capital. A ação está inserida no Programa de Segurança Viária-PSV desenvolvido pela atual gestão para melhorar as condições de circulação urbana e proporcionar mais segurança aos agentes envolvidos no trânsito, principalmente os mais vulneráveis, pedestres e ciclistas.
Estão sendo instaladas três lombadas na avenida, na altura dos números 632, 774 e 951. Além da instalação dos novos dispositivos, a Companhia também está providenciando a manutenção da sinalização das lombadas existentes próximas aos números 480 e 530.
A medida tem como objetivo reduzir a velocidade dos veículos que circulam pela via, buscando a convivência pacífica e a redução de acidentes e atropelamentos. Para implantação das novas lombadas e manutenção das existentes serão utilizados 86 m² de sinalização horizontal, 392 tachas refletivas e 12 placas de regulamentação e advertência.
Vale ressaltar que a CET está realizando uma série de medidas de engenharia e segurança no trânsito que estão inseridas no PSV. Além de instalação de dispositivos de segurança, também podemos  citar a "Área 40", na qual a CET padroniza a velocidade máxima de um perímetro de ruas em 40 km/h. A última região que teve a área de velocidade reduzida, a "Área 40", foi a Lapa, no dia 1° de setembro.
A Engenharia de Campo da CET vai monitorar a intervenção e orientar o tráfego na área.  A CET solicita aos usuários atenção à nova sinalização implantada.
A Equipe de Segurança da CET continuará monitorando as ocorrências de acidentes, para avaliar os resultados das medidas implantadas nesta via.


Santa Ifigênia, aos sábados, só para pedestres.

A medida vale das 6h00 às 15h00, visando aumentar as condições de segurança dos pedestres, devido à grande concentração de pessoas neste centro de compras.
A medida valerá apenas aos sábados, até o dia 27 de dezembro.
A Engenharia de Campo da CET vai monitorar e orientar o tráfego na região, visando melhorar as condições de trânsito e preservar a segurança de pedestres e motoristas.

Viaduto Maestro Alberto Marino, na Zona Leste, ganha 350 metros de passagem para pedestres

Em continuidade às ações voltadas ao aumento da segurança do sistema viário e à diminuição do número de acidentes e de mortos no trânsito de São Paulo, a Secretaria Municipal de Transportes, através da CET, implantou no dia 06/09/2014, uma passagem protegida para circulação de pedestres. Ela ficará em paralelo à faixa direita do Viaduto, permitindo um ganho para quem se locomove a pé pela região.
O acesso à passagem situa-se junto à faixa de pedestres, próximo à Rua Martin Buechard, prosseguindo pelo Viaduto até o seu término, junto ao semáforo de travessia de pedestres no Largo da Concórdia.
Esta implantação tem por objetivo a melhoria das condições de segurança dos usuários dessas vias, sempre com especial atenção aos mais vulneráveis, que são os pedestres, permitindo uma relação mais harmônica entre os usuários e a consequente diminuição do número de acidentes e vítimas.
Para viabilizar o projeto estão sendo implantados 168 prismas de concreto e utilizados 504 m² de pintura na cor azul. As equipes operacionais da CET farão o acompanhamento das intervenções com o intuito de orientar os usuários. A equipe de segurança da CET fará um acompanhamento desta implantação para avaliar os resultados da intervenção.


Confiras as novas ciclovias ativadas no último fim de semana


Os novos trechos de ciclovias ativados no sábado (6) somam 13,4 km em operação, totalizando 58,3 km de rede cicloviária da cidade, desde junho deste ano, dentro da meta estabelecida pela Prefeitura de 400 km até o final de 2016.

Centro Histórico

Com 1,1 km de extensão o novo percurso passa por vias do Bom Retiro e marca a 7ª etapa da rede cicloviária do Centro Histórico.

O traçado é bidirecional no leito viário à direita e conecta a região do Bom Retiro às ciclovias do Centro pelas seguintes vias: Rua dos Americanos, entre a Avenida Dr. Abraão Ribeiro e a Rua do Bosque; Rua Cruzeiro, entre as ruas do Bosque e Luigi Grecco; Rua Luigi Grecco, entre a Rua Cruzeiro e a passarela da CPTM, próximo da Rua Anhanguera.


Alterações no Sistema Viário

Em função da implantação da ciclovia e a fim de melhorar as condições de acessibilidade, fluidez e segurança viárias, a Rua dos Americanos, no trecho entre a Rua Norma Pieruccine Giannotti e a Av. Dr. Abraão Ribeiro, passará a operar em sentido único de circulação de tráfego.

Zona Leste

Na região do Tatuapé o novo trecho com 800 metros de extensão, permite a conexão entre a ciclovia da Av. Ver. Abel Ferreira e o Parque Esportivo e Recreativo do Trabalhador.



Na Av. Rangel Pestana e Viaduto Maestro Alberto Marino com 500 metros de extensão a ciclovia interliga a Paróquia Bom Jesus do Brás à Estação Brás da CPTM.



Zona Oeste

Na região do Jaguaré são 4,8 km de extensão distribuídos em três trechos distintos: o primeiro inclui as avenidas Antônio de Souza Noschese e Leão Machado; o segundo, as avenidas Presidente Altino e General Mac Arthur; e o terceiro, mais curto, fará a ligação da Rua Santo Eurilo com a ciclovia da Avenida Escola Politécnica.



Na região do Pacaembu são 1,4 km interligando as praças Charles Miller, Vilaboim e Buenos Aires, além dos polos universitários FAAP e Mackenzie. A ciclovia é bidirecional com percurso pela Rua Itatiara, entre as ruas Itápolis e Armando Penteado; Rua Armando Penteado, entre as ruas Itatiara e Piauí; Rua Piauí, entre as ruas Armando Penteado e Itambé.


Zona Sul

No Cambuci com extensão de 4 km a ciclovia inclui 11 vias do bairro e futuramente fará a ligação com o Metrô Vila Mariana e com as ciclovias do Centro. O percurso bidirecional junto ao passeio tem início na Rua Inglês de Sousa, seguindo pelas ruas Robertson, Teodureto Souto, Alves Ribeiro, Ana Nery, Cesário Ramalho, Teixeira Mendes e Otto de Alencar, Praça Nina Rodrigues e, ainda, ruas Junqueira Freire, Lavapés e da Glória.



Na região da Chácara Santo Antônio com 800 metros de extensão a nova ciclovia permitirá a integração da Estação Granja Julieta da CPTM com o Parque Severo Gomes e é continuidade à ciclovia de 2,4 km ativada em 8 de agosto último. O percurso é bidirecional e cruza com as ruas Alexandre Dumas e Verbo Divino.


Mais 400 metros de faixa exclusiva à direita para ônibus na ZL


A partir desta segunda-feira, dia 8 de setembro, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a São Paulo Transporte (SPTrans) implantam 400 metros de faixa exclusiva à direita para ônibus na Avenida Rangel Pestana e no Viaduto Maestro Alberto Marino, no trecho entre as ruas Piratininga e Joaquim Nabuco, na Zona Leste da cidade. A nova faixa funcionará no sentido Bairro em período integral.

A ativação está inserida na Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, contribuindo para a melhoria do desempenho dos ônibus nos corredores. Com isto, busca-se a redução dos tempos de viagens com padrões de eficiência, conforto e segurança para os usuários do transporte público.

Pela Avenida Rangel Pestana e no Viaduto Maestro Alberto Marino, no trecho desta implantação, passam 30 linhas de ônibus, com freqüência média de 175 ônibus/hora, transportando 267 mil passageiros em média por dia útil.

A ativação terá um período de adaptação, quando os agentes de trânsito irão orientar os motoristas para não invadirem o espaço nos horários definidos para a exclusividade dos ônibus. Daqui a duas semanas, a partir de 22/09, a fiscalização será intensificada na via.